A vida e as cores!

abril 06, 2022

A vida e as cores!

Com a Primavera a saudar-nos, vamos despedirmo-nos do Inverno e renovarmos o nosso espírito, a nossa paixão pela vida, aceitarmos a entrega a novos dias, novas experiências, novos rumos.

Revitalizemos a nossa energia, deixemos o Sol brilhar, despertando-nos para novos sentires e novos caminhos. Brindemos à Natureza, com tudo o que a constitui, assim nos apela esta estação do ano, com todas as suas maravilhas e a luz dos mais variados tons que despontam ao nosso redor.

Esta Primavera vai-nos encantar com muitas das cores da paleta do arco-íris, nos seus tons mais fortes, de forma arrojada, quer se trate de verde, rosa, vermelho, laranja, amarelo…. Teremos também os azuis do céu, do mar, da natureza.

Já pensaram porque nos sentimos mais confortáveis com uma cor do que com outra? As cores têm relação com os nossos sentimentos e a sua associação não é acidental, nem tem a ver só com o gosto de cada um, mas tem uma relação muito mais profunda, enraizada na nossa linguagem e no nosso pensamento. Por esse motivo, a cor é um instrumento para muitos profissionais desde a área das artes, passando pela da saúde, da educação; da moda; da publicidade e da política.

Vamos brindar à Primavera dando a conhecer a sua cor por excelência, assim assumida ao longo de séculos, a qual nos vem tocar também, o conceito de base da Retry. Se não, vejamos: Estamos a falar da cor verde! “O verde é a quinta-essência da natureza, é uma ideologia e um estilo de vida: é a consciência do meio ambiental, amor pela natureza.” Assim, nos fala desta cor, a socióloga e psicóloga Eva Heller.

O verde é como que imutável na sua essência, pois pode-se juntar preto, vermelho, castanho ou branco que continua a ser verde. Contudo, é a cor que mais varia se exposta à luz natural ou artificial. É uma cor que aparece frequentemente com o azul, realçando-se mutuamente.

É uma cor que medeia as emoções, é agradável, tolerante, proporciona uma sensação de calma e segurança, se colocada entre cores extremas como o vermelho e o azul.

Verde simboliza a natureza. Por exemplo, uma cosmética verde, é a que emprega substâncias naturais; terapias ou medicina verde a que pretende curar só com substâncias naturais; Greenpeace, associação ecologista.

É ainda a cor da vida e da saúde; da frescura; dos negócios fluorescentes e da fertilidade; da esperança, confiança e segurança; mas não a do amor, apenas de um “amor ainda verde”, ainda pouco intenso. Mais uma vez, uma emoção temperada, nunca uma emoção de extremos.

E temos o Jade, como pedra preciosa que vai desde o branco-verde ao verde mais intenso. Na antiguidade, o Jade era utilizado para curas renais e bons partos.

Se pensarmos em espaços interiores, o verde pode utilizar-se em salões de estudo, pois para além, da calma e segurança que transmite, promove a imaginação e criatividade. É cor da cura, por isso, é frequente vê-la em salas de espera médicas ou em espaços hospitalares. Podemos utilizar essa cor, em espaços residenciais, tanto em salas de estar, como em quartos, pela transmissão de serenidade e frescura.

Em oposição à cor verde, a mais natural por surgir da natureza, da Primavera, e por isso, assumida pelas ideologias ecológicas, temos a cor que psicologicamente mais contrasta com o verde, ou seja, a menos natural: o violeta! Do violeta, iremos falar no nosso segundo encontro.

Daqui a duas semanas, voltarei, pois aceitei este desafio que a Retry me propôs, como cliente apaixonada pelo conceito que sustenta: o respeito pelo planeta que nos abriga, que nos concede este milagre que a Vida constitui, admirando a ousadia do renascer fantástico de tudo o que foi e continua a ser utilizado pela maravilhosa criatividade e diferença, que cada um de nós representa.

Não posso deixar de agradecer este convite, à Daniela e Camila, que pela sua idade, luta, energia e brilho interior e exterior, personalizam bonitas Primaveras!

 

Matilde Proença

Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem apresentados.


Visualizar o artigo completo

A cor do Verão!
A cor do Verão!

maio 18, 2022

Apetece saltar do carro e caminhar pelo meio de toda aquela cor, mas tenho pena de calcar tantas e tão bonitas florinhas que atrevidamente nos provocam pela sua cor contagiante!
Visualizar o artigo completo
É urgente tratar o Mundo!
É urgente tratar o Mundo!

maio 11, 2022

Visualizar o artigo completo
Aqui estou, hoje, de laranja!
Aqui estou, hoje, de laranja!

maio 04, 2022

Aqui estou, numa esplanada vagueando o olhar pela paisagem e por quem nela se atravessa. 
Visualizar o artigo completo